Obrigado, amigo Carlos Latuff!

O Centro Simon Wiesenthal, arma componente da guerra do Estado de Israel e das políticas sionistas criminosas contra o povo palestino, tornou pública uma lista de inimigos mundiais ‘antissemistas’ em que Carlos Latuff aparece como o terceiro colocado.

Tenta, assim, colocar sobre os ombros de Latuff o peso de ser ‘antissemita’, de ser contra o povo judeu, e não o que ele é, e somos, militante contra as políticas fascistas do Estado de Israel.

A ditadura brasileira assassina de 1964 a 1985 jamais será justificada contra alguém que possa ser considerado ‘antibrasileiro’ por ter-se posicionado contra seus desmandos e combatido suas arbitrariedades. Mas o Estado de Israel confunde as realidades para suprir a ausência de argumentos em favor de suas políticas genocidas.

Cercam-se assim de falsas muralhas que, transparentes, desnudam seus crimes.

Devo agradecer ao amigo Latuff as ilustrações que vêm iluminando meus textos há alguns anos nesta revista. As janelas “EUA: Rumo ao Estado fascista” e “Chico Villela”, acessíveis na capa desta NovaE, trazem algumas dessas ilustrações.

Manifesto, não sem confessar inegável carência de méritos, meu orgulho por me saber acompanhado de tão brilhante e cristalina inteligência e coragem. Os desenhos de Latuff falam por si, dispensam acompanhamentos.

O amigo Manoel Fernandes, editor desta revista, teve a gentileza de compor duas tiras de desenhos de Latuff para este blog, que se alternam conforme as postagens dos textos.

Obrigado, amigo Latuff! Seguimos juntos, irmanados contra as seculares vilanias cometidas contra o povo judeu e contra a política do Estado de Israel.

Abraço fraterno!

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*